Postagens

acompanhe

Comentários

comente também

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Desvendando Mortes - John Kennedy

John Kennedy
Como já falei em outros posts,que ria falar sobre o  Assassinato Do Presidente John Kennedy, ele foi assassinado logo depois de um discurso polémico, em que ele fala claramente sobre sociedades secretas, assista o vídeo do discurso:





Como você pode ver ele denuncia claramente sobre as sociedades secretas.

A trágica cena do desfile presidencial em 22 de novembro de 1963, registrada em Dallas por um cineasta amador, mostra que a morte de John Kennedy revela segredos e mistérios até hoje especulados pela mídia.
O primeiro é que havia dois assassinos e não um como divulgou a polícia. Porque, de acordo com o vídeo o presidente foi atingido por uma bala na parte frontal da cabeça que a empurrou violentamente para trás. Porém, o assassino oficial estava posicionado atrás da limusine quando ocorreu o primeiro disparo, concluindo que o tiro foi disparado por outra pessoa. No entanto, não puderam confirmar essa teoria, pois uma hora após o crime, Lee Harvey Oswald foi preso com a arma que matou o presidente e confessou o crime. Dois dias após o atentado, Oswald foi morto na garagem da delegacia de polícia por um homem que disse querer vingar a morte do presidente.
Após a tragédia que marcou a história da América, muita gente acabou na sepultura. Lee Bowers Jr. afirmou ter assistido o desfile presidencial em Dallas e viu dois homens armados atrás de uma cerca. De acordo com Bowers, os suspeitos fugiram após o tiro fatal. Embora ninguém tenha dado crédito ao depoimento de Bowers, a imprensa continuou divulgando sua história. Três anos depois, ele morreu num estranho acidente automobilístico no qual seu carro se chocou numa ponte.
Sobrou até para o deputado Hale Boggs, que discordou publicamente da tese de que havia apenas um atirador. Ele declarou que estava sendo pressionado pelo FBI para mudar de idéia. Boggs desapareceu misteriosamente junto com o avião no qual viajava para o Alasca, e jamais foi encontrado. Boggs fazia parte da Comissão Werren, responsável pela investigação do caso.
O agente da CIA, Gary Underhill afirmou que alguns de seus colegas estavam envolvidos na morte do presidente Kennedy. Ele foi encontrado morto com uma bala na cabeça e uma arma automática na mão esquerda. Underhill era destro.
E a lista de mortos no caso Kennedy é bem maior do que se imagina. O fato é que todos aqueles que de alguma maneira apresentaram teses ou idéias contrárias às divulgas pela Comissão Werren, foram mortos enigmaticamente sem deixar rastros.
De acordo com o filme JFK A Pergunta Que Não Quer Calar (1991) , de Oliver Stone, a morte do presidente Kennedy foi arquitetada por uma grande conspiração que envolvia até Fidel Castro. Além de Richard Nixon, Maçonaria, Illuminati, CIA, KGB e muita gente mais. Terá sido esta a explicação verdadeira da morte de John Kennedy? Ou Stone não passa de mais um conspirólogo bem sucedido? Uma coisa é certa, ninguém teve coragem de contestar sua tese. Nem a favor, nem contra. O filme acabou sendo sucesso de bilheteira na época.

John Kennedy foi assasinado pelos Illuminati, pois tentou revelar o segredo tao bem guardado deles, da escolha de presidentes, da Nova Ordem Mundial, assim como Michael Jackson e a princesa Diana de Gales tentaram e também foram assassinados,John Kennedy foi o que chegou mai perto de revelar o segredo,ele tinha ideias diferentes dos cabeças-chave dos illuminati, por isso ele foi assassinado.

6 comentários:

Anônimo disse...

eu acredito nisso por que ja estudei muita coisa deste tipo de forma sou mais ou menos um van helsing paranormal
e se eu morrer já sabem

Edge Maciel disse...

concordo com texto acima relacionado,realmente existe algo negro nessa historia,podre e nefasta.
Pierre Maciel Rocker

Edge Maciel disse...

concordo com texto acima relacionado,realmente existe algo negro nessa historia,podre e nefasta.
Pierre Maciel Rocker

Anônimo disse...

Esse foi outro ingênuo que falou abertamente, em seus discursos, contra as sociedades secretas e ameaçou denunciar as relações com ets entre outras coisas evidentemente. Também era contra a guerra do Vietnan e se recusava a ser um fantoche dos iluminattis...Para lidar com essa gente doente ligada com bruxos e cabalistas o cara tem de ser mais esperto do que eles e esse não foi...Maycon

André Mello disse...

(Antes tarde do que nunca) uma correção: Kennedy não foi assassinado "logo depois" desse discurso do vídeo. O discurso foi feito durante uma reunião de Kennedy com empresários da imprensa (donos de jornais), no Hotel Waldorf Astoria (NY), em abril de 1961. Como todos sabem, Kennedy morreu assassinado em novembro de 1963...

André Mello disse...

... O que não diminui em nada o impacto do discurso. O interessante é que Kennedy convocou essa reunião aparentemente sob o pretexto de discutir a relação do seu governo com a imprensa. Ele até começa com esse tema, mas de repente muda o tom e inesperadamente começa a falar das sociedades secretas! Me parece que ele quis levantar a ponta do véu, quem sabe na esperança de que houvesse alguém suficientemente corajoso na imprensa pra investigar e trazer a verdade à tona.

Postar um comentário

Comentarios que desrespeitem alguem não serão aceitos.